WhatsApp libera transferência bancária no app para brasileiros

Preparados para a praticidade e tecnologia? Nesta quarta-feira (23), os usuários brasileiros do WhatsApp receberam o aviso sobre a opção de fazer transferência bancária através do aplicativo, localizado na parte superior às conversas.

A aba destaca o recurso e disponibiliza para os brasileiros as transações na moeda nacional, convidando o usuário a saber mais sobre como pode começar a pagar e receber sem sair do app.

Segundo a assessoria de imprensa do WhatsApp, o alerta vem sendo liberado aos poucos para os brasileiros à medida que o serviço fica disponível. Além disso, pode aparecer também quando é feita a atualização do aplicativo, habilitando a função de pagamentos para a conta.

O fundador e CEO do Facebook, Mark Zuckerberg anunciou o lançamento das transferências de dinheiro no Brasil no dia 4 de maio: “Agora você pode enviar dinheiro para seus amigos e familiares pelo WhatsApp e é tão fácil quanto mandar uma foto.”

A empresa também informou que o envio de dinheiro pelo WhatsApp é feito sem taxas “e com a mesma facilidade que enviam uma foto para seus contatos”. Com isso, a função para empresas precisa de aprovação para ser implementada no país com o Banco Central.

O serviço está disponível para clientes com cartões de débito, pré-pago ou combo das seguintes instituições: Banco do Brasil, Banco Inter, Bradesco, Itaú, Mercado Pago, Next, Nubank, Sicredi e Woop Sicredi, com as bandeiras Visa e Mastercard – tudo operado pela Cielo.

O WhatsApp informou ainda que seu modelo é protegido “por várias camadas de segurança, como o PIN do Facebook Pay ou a biometria em dispositivos compatíveis”.

Para começar a usar, é muito simples: o usuário em um número de telefone do Brasil coloca seus dados, depois escolhe uma pessoa para enviar o dinheiro e assim, adiciona o valor. Após feito o envio, o destinatário recebe o pagamento direto na conversa com o remetente. Vale lembrar que só as transações dentro do país e em moeda local são autorizadas.

Os limites foram estabelecidos sobre as quantias que podem ser enviadas por vez e também da quantidade de transações realizadas em um período de tempo. Sendo assim, as pessoas podem enviar até R$ 1 mil por transação e receber 20 transações por dia, com um limite de R$ 5 mil por mês.

Fonte:OlharDigital