Justiça mantém pena de 17 anos a homem que matou caminhoneiro com pedrada em Vilhena,Ro

A Justiça decidiu manter a pena de 17 anos de prisão em regime fechado a Willians Maciel Dias. O homem foi condenado por matar com uma pedrada o caminhoneiro José Batistela, de 70 anos, durante uma manifestação em Vilhena (RO) em 2018.

 

O réu foi condenado por homicídio doloso em dezembro de 2019. A defesa entrou com recurso pedindo a anulação da condenação ou a redução da pena. No entanto, a 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Rondônia manteve, por maioria, a pena inicial de 17 anos.

 

Segundo os desembargadores que julgaram o recurso, a qualificadora de “recurso que dificultou a defesa da vítima” não pode ser excluída, e também é inviável a desclassificação do crime de doloso para culposo pois existem elementos suficientes nos autos que evidenciam o dolo, como o fato do homem ter se apossado de pedras com a intenção de arremessar nos caminhões e ter maximizado conscientemente o perigo criado, tornando a morte do caminhoneiro “mais do que possível, provável”.

G1Ro