Joice não registrou ocorrência de suposto atentado na Polícia Civil

Deputada disse que acordou em meio a uma poça de sangue, em seu apartamento em Brasília

 

A deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) não registrou ocorrência na Polícia Civil do Distrito Federal para investigar os motivos das cinco fraturas no rosto e uma na costela. A parlamentar também teve alguns cortes pelo corpo após um suposto atentado sofrido em casa.

Também não há registro de exame de corpo de delito. Segundo a coluna Janela Indiscreta, do portal Metrópoles, vários interlocutores chegaram a sugerir que Joice procurasse as autoridades policiais para que o episódio fosse elucidado. Porém, ela decidiu que, por enquanto, deixará o caso sob tutela da Polícia Legislativa da Câmara dos Deputados.

Joice prestou depoimento à Polícia Legislativa nesta sexta-feira (23). Além do relato, o departamento também analisa as imagens de segurança do prédio onde Joice mora. Uma das hipóteses é de que uma terceira pessoas tenha entrado no apartamento. A investigação está sob sigilo.

Ao jornal O Globo, a deputada revelou que não se lembra de ter sido agredida, mas acordou em meio a uma poça de sangue, após ataque no último sábado (17).

PlenoNews