Jaru: Número de empresas e empregos cresce abaixo da média estadual e nacional, mas salários sobem acima; diz IBGE

Empresas

De acordo com levantamento dos dados do Cadastro Central de Empresas, divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Município de Jaru teve um aumento de 4,5% no número de empresas, unidades e organizações.

 

A cidade passou de 1.121 para 1.172 empresas. Apesar do aumento, o número ainda é 4% inferior ao registrado no ano com melhor média de uma serie de 5. Em 2015 o município de Jaru possuía 1.218 empresas ativas. A pior média foi registrada em 2017, onde o município baixou para 1.095 empresas.

Já a cidade que registrou o maior crescimento em abertura de empresas no estado, foi Vilhena com 12,8% (2.885 para 3.255).

A média de crescimento estadual ficou em 5%, a da Região Norte 7%, e da brasileira 6,3%.

Os dados foram consolidados no mais recente levantamento realizado pelo Cadastro Central de Empresas, entre 2018 a 2019.

Emprego

O IBGE também divulgou dados sobre as pessoas que possuem uma ocupação, neste levantamento a cidade de Jaru apresentou índice de crescimento de 3%, passou de 10.714 para 11.004 no ano seguinte, Já em comparativo ao período de 2015 até o último levantamento, a ocupação subiu 4%.

As cidades de Vilhena e Rolim de Moura tiveram os maiores índices de crescimento em dois anos, sendo 6,2% e 6,1% respectivamente, já Porto Velho apresentou uma redução de 1,6%.

 

Salários

 

Se por um lado os índices jaruenses não se destacam em abertura de empresas e ocupação, por outro, o crescimento salarial no município foi superior à média estadual, regional e nacional.

De acordo com o IBGE o salário médio do Jaruense subiu 2,7%, enquanto o estadual 2%, na Região Norte 1,3%, e no Brasil 0,8%.

No entanto os valores pagos no município são inferiores à média no mesmo cenário, o salário pago em Jaru está na média de R$ 1.918,09, Rondônia R$ 2.582,89, Região Norte R$ 2.792,67 e no Brasil R$ 2.975,75.

 

A cidade de Vilhena apresenta salário de R$ 2.029,36 já os Porto-velhenses tem a melhor média salarial do estado, R$ 2.582,89.

 

Fonte: Jaru Online