Homem é morto com tiros e moradores espancam suspeito do crime e incendiam o carro dele, em Porto Velho

Um homem de 31 anos, identificado como Weliton Machado da Silva, foi morto a tiros em frente da um bar da Rua Plácido de Castro, Bairro JK, em Porto Velho, no domingo (20). O suspeito de cometer o crime foi perseguido por populares e espancado. Já o carro dele, um Gol, foi incendiado.

De acordo com o boletim de ocorrência, a Polícia Militar (PM) foi acionada para atender um chamado de homicídio em um bar conhecido como “Bar da Rainha”.

Já no local, a guarnição foi recebida por uma testemunha e essa pessoa informou que o autor do homicídio estava em cima da estrutura de um mercado, pois tentava fugir da população, que queria linchá-lo.

A polícia pediu apoio a outras viaturas para buscar e capturar o suspeito ( de 35 anos) de matar Weliton Machado.

A testemunha contou aos policiais que conversava com uma mulher no bar, junto com a Weliton (companheiro dela).

O casal estava discutindo próximo ao carro do suspeito. Nesse instante, o homem de 35 anos chegou e pediu para que eles dessem espaço para sair com o veículo. Porém, Weliton Machado ficou nervoso e deu três socos no motorista.

Em seguida o suspeito foi ao carro, pegou a arma e efetuou dois disparos de arma de fogo contra Weliton Machado, atingindo-o no tórax. Ele morreu no local.